Vinho Madeira no Brasil e em Washington

 

Esta semana o Vinho Madeira está presente em duas acções distintas no continente americano. A sul, no Brasil, decorre a feira Expovinis entre o dia 27 e 29 de Abril, que tem lugar no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte em São Paulo. Trata-se da 14ª Edição desta feira, orientada especialmente para um público mais jovem e considerada por muitos o maior evento do género na América Latina.
 
No dia 29 de Abril, pelas 18.00 horas, terá lugar na residência do Embaixador de Portugal da capital norte americana, o lançamento do livro “Oceans of Wine”. A obra do autor, David Hanckok, um professor catedrático norte-americano, versa exclusivamente sobre o Vinho Madeira, particularmente sobre as suas redes de comercialização entre os anos 1640 e 1815. A perspectiva dada pelo autor sobre a importância do Vinho Madeira, como um produto precursor de uma nova dinâmica de comercialização supra imperial no Atlântico, enaltece ainda mais este produto, emblemático da Ilha da Madeira, que como poucos, tão cedo circum-navegou mundo, chegando a todos os continentes.
 
No que diz respeito à participação na Expovinis o sector faz-se representar por quatro empresas exportadoras de Vinho Madeira, a Justino’s – Madeira Wines, S.A., Henriques & Henriques, Blandy’s Madeira e Vinhos Barbeito (Madeira), Lda.
O IVBAM será representado por Nádia Meroni, Chefe de Divisão de Criação Artística e por Eduardo Freitas, Chefe da Câmara de Provadores, que conduzirá um Seminário sob o tema “Madeira Blend’s” a ter lugar dia 28 de Abril, pelas 18h00 na Sala de Degustação da Viniportugal, integrada na Feira. Em prova estarão os vinhos Madeira Barbeito Verdelho 10 Anos, o Henriques & Henriques Verdelho 10 Anos, o Blandy’s Madeira Miles Malmsey 10 Anos e o Justrino’s Madeira Fine Rich 10 Anos.
      
    O mercado Brasileiro é actualmente um mercado em exploração, por parte do sector, com o qual o Vinho Madeira teve no passado uma longa história, inexistente em décadas mais recentes e que agora constitui uma aposta não só por parte do Vinho Madeira, como dos vinhos portugueses, no geral. A comercialização de Vinho Madeira para este mercado foi em 2009 de 19.998,00 litros o que representa um valor total de 74.798,59 euros. O Madeira mais comercializado foi o corrente Doce, o Seco e o de 10 anos Doce.
 
Já no que diz respeito à presença do Vinho Madeira nos EUA, trata-se de uma longa História, que tem tido um carácter permanente e recheada de episódios marcantes e fascinantes. É muita desta absorvente História que é dada a conhecer pela obra agora lançada “Oceans of Wine” O lançamento contará com a representação do Instituto do Vinho do Bordado e do Artesanato da Madeira,IP com a presença de Paula Cabaço, Presidente do Conselho Directivo deste Instituto e de Rita Galvão, Chefe de Divisão de Promoção. Aproveitou-se esta ocasião para promover uma prova dirigida aos cerca de 100 convidados, onde poderão ser
degustados, não só verdadeiras relíquias de Vinhos Madeira velhos, bem como poderão ser apreciados Vinhos Madeira mais recentes, em harmonias com canapés ideais para a selecção de vinhos, numa acção denominada de foodmatching.
 
O IVBAM pretende ainda levar mais um bocadinho da Madeira a este evento, fazendo uma mostra de peças de Bordado Madeira, que estarão expostas nos salões da Residência da Embaixada. Será também apresentada uma exposição de fotografia dos sectores do Vinho e do Bordado Madeira, onde se dará a conhecer o evoluir de dois sectores com Histórias para contar de um passado impressionante e de um presente feito de apostas na qualidade, inovação e modernidade.
 
O lançamento desta obra veio coincidir com um reforço do ponto de vista promocional das acções naquele mercado. Para além das duas provas anuais que o IVBAM tem vindo a realizar, nos EUA, nas cidades de NY e S. Francisco, provas estas que este ano vão decorrer no próximo mês de Junho, pretende-se ainda implementar uma política de comunicação orientada para jornalistas, mas também para o trade e consumidor final, de médio/longo prazo, com o principal objectivo de disseminar informação relacionada com os factos históricos que ligam o Vinho Madeira aos EUA, entre os quais o facto de ter sido o Vinho Madeira protagonista do brinde que celebrou a Independência dos EUA em 1776. Em paralelo com esta informação de carácter histórico as provas e a informação orientada para aquele mercado irá sempre salientar a capacidade deste Vinho secular apresentar-se no mercado dos nossos dias, adaptado aos consumos e gostos actuais, atestando as aplicações modernas de um Vinho Histórico.
 
Relembre-se que o mercado Americano é o quinto em volume de negócio, tendo registado em 2009 uma exportação de 135.779,75 litros equivalente a um valor total de 824.715,72€.
A participação nestes dois eventos é co-financiada em cerca de 70% por fundos comunitários, veiculados pelo Programa Intervir +, sendo o restante montante suportado pelo orçamento regional.
  • Imprimir