Prova de Vinhos Madeira no Club der Weinakademiker

 

    Notícia in aicep Portugal Global de 12-11-2009 12:00:00

Teve lugar uma prova de Vinhos da Madeira do „Club der Weinakademiker“, no Hotel „Hillinger“, em Viena.
A degustação foi dedicada aos Vinhos varietais de 10 anos e Colheitas e foi organizada para os sócios do clube pelas “Weinakademikerinnen”[1] Úrsula Ludwig e Maria Luise Stangl, que é também membro da Confraria do Vinho da Madeira e que seleccionou e coordenou o envio dos vinhos dos produtores/exportadores da Ilha.

Deste modo Maria Louise Stangl, profunda conhecedora e apaixonada pelos vinhos da Madeira, ofereceu a oportunidade aosmembros do clube dos Académicos de Vinhos, seus colegas, de provar estes vinhos excepcionais, pela primeira vez na Áustria.

Os vinhos de 10 anos e as Colheitas seleccionadas foram exemplos excelentes das respectivas castas bem como dos estilos dos vinhos. As particularidades dos vinhos das castas Sercial, Verdelho, Boal e Malvazia, e também da Tinta Negra Mole e os estilos dos cinco produtores/exportadores representados nesta prova foram comentados por Stangl.

Foi ainda possível provar duas garrafeiras datadas de 1954 (Verdelho e Boal) e um Reserva Velha da casta Terrantez de cerca de 50 anos (Broadbent’s Selection), da empresa de Justino’s Madeira Wines e do Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira - IVBAM.

Várias perguntas sobre os métodos de produção, dados técnicos e sobre o envelhecimento assim como a apreciação geral dos vinhos provados foram uma experiência especial nesta noite.

A prova incluiu: um vinho de 3 anos de idade para demonstrar a qualidade de base dos Vinhos da Madeira; na série dos vinhos de 10 anos cada vez doisvinhos da casta Sercial – os secos, e Verdelho, Boal, Malvazia - os doces; na série de “Colheitas” houve sete vinhos de 1990 a 2001 das castas Boal e Malvazia - um meio doce e um doce.

Foram escolhidos propositadamente alguns vinhos da casta Tinta Negra Mole e comparados com os vinhos das castas brancas correspondentes, para demonstrar o potencial desta casta para produzir vinhos de qualidade excelente.

Todos os produtores/exportadores representados nesta prova têm importadores na Áustria.

No total participaram 27 pessoas nesta prova, incluindo membros da Alemanha e de Hungria e alguns convidados. Deste clube fazem uma parte “líderes de opinião” no ramo vinícola e turístico. A prova contou com a presença da Directora da AICEP em Viena, Ana Isabel Douglas.

Os participantes receberam documentação do IVBAM, dos produtores/exportadores, lista dos vinhos em prova e de todos os produtores/exportadores e dos seus importadores austríacos, e também uma miniatura de Vinho da Madeira, fornecida pela AICEP. Nesta oportunidade, Stangl pôde apresentar o novo folheto em alemão da Justino’s Madeira Wines, recentemente publicado.

[1]Todos os sócios do “Club der Weinakademiker” (actualmente circa 400 pessoas) são alunos dos estudos do Diploma do “Wines and Spirits Education Trust, London”, o que acaba na “Academia do Vinho da Austria” (www.weinakademie.at) em Rust. Depois de haver passado todos os exames téoreticos e práticos, também depois da apreciação da dissertação alunos recebem o título “Weinakademiker” (o que corresponde ao “Diploma WSET 5° grau).

 

  • Imprimir